Skip directly to content

Blog

01/03/2018
O Consórcio Honda desponta como ótima opção para adquirir sua moto Honda dos seus sonhos
 
A Honda oferece o consórcio de motos que se tornou referência no país com mais de 5 milhões de motos Honda entregues pelo Consórcio Honda. Trata-se de uma solução inteligente – principalmente nos dias de hoje, quando é tão difícil saber como vai estar a economia no futuro.
 
Econômico
Basicamente, o Consórcio Honda é um grupo de pessoas que optam por adquirir um bem por meio de autofinanciamento. Com prazos e planos flexíveis e que atendem diversos perfis de público, o Consórcio Honda oferece uma variedade enorme de condições. É por isso que o consórcio se revela como uma solução financeira moderna e se ajusta à realidade do brasileiro.
 
O Consórcio Honda oferece diversas formas de pagamento e parcelas e não requer entrada. A prova de que se trata de uma excelente opção para adquirir uma moto é que, a cada 10 modelos vendidos, quatro são pelo consórcio.
Além disso, você pode dar lances para retirar a sua moto zero quilômetro e não apenas depender dos sorteios mensais.
 
Fácil e funciona
Acesse agora o site do Consórcio Honda e faça uma simulação para saber o melhor plano para você adquirir a moto Honda dos seus sonhos. É muito fácil e funciona de verdade!
 
01/03/2018
Honda revela versão mais radical da Africa Twin, a Adventure Sports

Com tanque de 24,2 litros, autonomia da moto pode chegar a 500 km.

 

 

A Honda apresentou na Europa uma versão mais radical da Africa Twin. Chamada de Adventure Sports, o modelo tem tanque maior, de 24,2 litros, que pode proporcionar uma autonomia de até 500 km, mostrando sua aptidão para longas viagens.

O posicionamento de pilotagem ficou mais alto, o modelo ganhou protetor de carenagens e as suspensões estão mais longas. Com freios ABS de sério, a moto especial também conta com aquecedor de manopla.
 
 
 
São 3 modos de pilotagem e os sistemas de admissão e exaustão foram revisados. Para comemorar os 30 anos do nome "Africa Twin", as cores remetem ao passado da motocicleta.
 
Com opções de câmbio manual e automatizado, o modelo possui motor de 2 cilindros e 998 cc capaz de render 95 cavalos de potência.
 
 
01/03/2018
Honda apresenta equipes oficiais para Temporada 2018
Marca da asa celebra 40 anos de competições no Brasil
 
 
A Honda apresentou nesta segunda-feira (19/02), em evento realizado na cidade de São Paulo, no Speedland Kart Center, as equipes oficiais Honda Racing que vão disputar as principais competições do Brasil e no mundo para a temporada 2018. Durante o evento, pilotos, jornalistas e organizadores disputaram baterias de kart.
 
A fabricante da asa aproveitou para comemorar os 40 anos de apoio e patrocínios a eventos, equipes e corridas de moto no Brasil. A iniciativa da Honda, quatro décadas atrás, foi fundamental para o desenvolvimento do esporte e pela formação de gerações de pilotos no Brasil.
 
Neste ano, a Honda apoiará e terá equipes nas principais competições no asfalto e na terra, como o Superbike Brasil, o Campeonato Brasileiro de Motocross, a Copa EFX Brasil, a CACC (Copa Adrenatrilha de Cross Country), Arena Cross, Rally dos Sertões e Enduro da Independência.
 
A Honda ainda fez o anúncio, durante o evento, que a equipe oficial irá disputar o Campeonato Mundial de Motocross (etapa da Argentina), no início de março. "Nós acreditamos que a participação em provas internacionais, ou com a vinda de pilotos estrangeiros para correrem aqui, é muito importante para o desenvolvimento do esporte e de pilotos brasileiros. Afinal, eles vão correr ao lado dos melhores do mundo. Veja o exemplo do Gustavo Pessoa, que foi disputar uma temporada nos Estados Unidos", afirma Marcos Monteiro, gerente geral comercial da Honda.
 
A Honda Racing também terá importante participação na motovelocidade. “Outro importante apoio na categoria é o patrocínio ao piloto Eric Granado, que correrá o Superbike no Brasil e o Campeonato Mundial de Motovelocidade, na Moto2, em 2018. É a volta de um representante do Brasil ao Campeonato”, afirmou Marcos Monteiro.
 
Eric Granado, que ao mesmo tempo vai em busca do bicampeonato do Superbike, agradeceu o apoio da Honda. “O nível das competições brasileiras está cada vez mais alto, com pilotos cada vez mais preparados. Vamos treinar e nos dedicar muito para trazer títulos para a Honda”, afirmou o piloto paulistano de 21 anos.
 
Além de apoiar os principais pilotos e campeonatos do País, a Honda incentiva desde 2012, a Junior Cup, categoria-escola com motos CG 160 Titan, para o desenvolvimento de novas gerações de pilotos, já que crianças podem correr na Junior. Os pilotos mirins Giovana Cana Brasil, de 9 anos, e João Teixeira, de 7 anos, representaram o futuro do motociclismo nacional na apresentação do time Honda.
 
“São 40 anos construindo o esporte como um todo. Sempre apoiamos os pilotos, as competições e a mídia, tudo importante para impulsionar, multiplicar e expandir o nosso esporte”, discorreu Alexandre Cury, diretor comercial e responsável pela área de competição da Honda.
 
“Nosso apoio ao esporte é histórico, pois somos apaixonados por motocicletas e o corre gasolina no sangue do brasileiro”, completou Marcos Monteiro, ao citar ainda o programa HTT (Honda Talent Test), que foi aplicado pela primeira vez no Brasil em 2018. Dois pilotos que realizaram o programa foram contratados pela Honda Racing e estão no time de 2018: Pedro Sampaio (motovelocidade) e Lucas Dunka (motocross).
 
Wilson Yasuda, Santo Feltrin, Nuno Narezzi e Cristiano Lopes falaram sobre a importância da participação da Honda em campeonatos desde a década de 1970. “É uma fábrica de campeões”, disse Yasuda. “História de comprometimento da marca com o País”, ressaltou Feltrin.
 
Sete vezes campeão do Rally dos Sertões, dez vezes campeão brasileiro de Rally Cross Country e com muitas participações no Dakar, Jean Azevedo é o piloto mais experiente da equipe Honda Racing 2018. Ao completar 44 anos nesta segunda-feira (19/2), o atleta tem a responsabilidade de ser o ‘paizão da turma’ e manter o alto nível do time.
 
Para isso, terá a nova CRF 450RX como aliada. “É uma moto com muita tecnologia. É preparada para o enduro e estamos em adaptação para o rali. Tem nos surpreendido positivamente nos testes e vai nos levar ao lugar mais alto do pódio neste ano”, afirmou Jean Azevedo.
 
“A temporada passada foi especial para a Honda porque conquistamos os principais campeonatos do país, tanto no asfalto quanto na terra, e ainda anunciamos o apoio a Eric Granado para que ele possa correr o Mundial de Motovelocidade”, afirma Alexandre Cury, diretor-comercial da Honda Brasil. Cury ressaltou que a temporada 2018 será um divisor de águas para as competições nacionais. “É muito importante para o Brasil ter um representante no Mundial”, afirma Cury.
 
Em 2018, a Honda terá ainda as equipes satélites IMS Honda, no motocross, e os times Motofield e Motolitoral no enduro. O primeiro campeonato patrocinado oficialmente pela marca foi a Fórmula Honda, para motocicletas CG 125 – a moto, movida a álcool, ficou exposta no palco durante a apresentação das equipes oficiais Honda.
 
Os parceiros comerciais e os patrocinadores que estarão com a Honda em 2018 são Mobil, IMS, Alpinestars, Michelin, DID, MRPro Braces, Pirelli, Tech Ride Motoparts, Edgers, BelParts e BRC.
 
 
Conheça os pilotos oficiais da Honda Racing para a temporada 2018:
 
Superbike (Chefe de equipe: Reinaldo Campos)
Eric Granado - Campeão 2017
Pedro Sampaio - Campeão 2017 da 600cc
Moto: Honda CBR 1000RR
 
Motocross (Chefe de equipe: Cale Neto)
 
Mx 1
Hector Assunção
Jetro Salazar
Com a nova Honda CRF 450R
 
Mx 2
Gustavo Pessoa
Lucas Dunka
Com a nova Honda CRF 250R
 
Enduro (Chefe de equipe: Felipe Zanol)
Júlio César Ferreira Eliziário – Honda CRF 450RX
Gabriel Lucas Soares – Honda CRF 250R
Nicolas Rodrigues – Honda CRF 250R
 
Rali (Dario Julio - chefe de equipe)
Tunico Maciel – CRF 450RX
Jean Azevedo - CRF 450RX
Gregorio Caselani - CRF 450RX
Júlio Bissinho Zavatti - CRF 230F
 
 
10/10/2017
Líder de mercado, Honda PCX 2018 chega em novas cores
A Honda traz para o mercado de scooters uma nova opção de cor para a linha 2018 da PCX 150. Modelo mais vendido da categoria desde seu lançamento, onde a marca é líder em vendas, as novidades ficam para a nova cor Azul Escuro Perolizado em linhas mais sofisticadas, além da Prata Fosco, para a versão STD. Já na versão DLX, para aqueles que buscam um modelo com exclusividade e sofisticação, o Marrom Perolizado em dois tons foi mantido devido a sua boa aceitação ao mercado. Os preços para ambas às versões foi mantido, visando maximizar o volume de vendas e consolidar a liderança de mercado, sendo a versão STD com preço de R$ 10.300,00 e na DLX R$ 10.800,00
 
Produzida em Manaus, a PCX é o único scooter na categoria até 200cc com 3 anos de garantia mais 7 trocas de óleo grátis, uma exclusividade Honda para o segmento. Reconhecida como um dos modelos mais premiados do setor, a PCX 150 tem o menor custo de manutenção do segmento e representa uma excelente opção para quem busca um modelo econômico, com design arrojado e diferenciais que atendam às expectativas de um público cada vez mais exigente que busca mais praticidade para rodar no dia a dia.
 
Tecnologia e confiabilidade
 
Ao subir no modelo já é possível observar toda sua inovação. Na versão 2018 mantém o exclusivo sistema “Idling Stop” que permite o desligamento automático do motor em situações cotidianas como uma parada em semáforo, e retomada automática após acionamento do acelerador. Com baixo impacto ao meio ambiente, o sistema permite maior economia de combustível e melhor autonomia (tanque com capacidade de 8,9 litros), no urbano.
 
O conjunto mecânico permanece o confiável propulsor monocilíndrico OHC (Over Head Camshaft), 4 tempos, com injeção eletrônico PGM-FI (Programmed Fuel Injection) e arrefecimento líquido. A potência máxima é de 13,1 cv a 8.500 rpm e torque máximo de 1,36 kgf.m a 5.000 rpm, que lhe garantem boa rapidez nas arrancadas. A capacidade do motor é de 149,3 cm² e já esta em conformidade e adequada aos padrões exigidos pela segunda fase do Promot 4 (Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares).
 
Seu sistema de freios CBS (Combined Brake System), tecnologia que distribui parte da força aplicada ao freio traseiro para o dianteiro, contribui para maior eficácia, principalmente em situações de emergência, se tornando mais intuitivo aos novos motociclistas. Já na dianteira, o disco possui diâmetro de 220mm e cáliper de duplo pistão. Já a traseira apresenta freio a tambor de 130 mm.
 
A relação de transmissão automática continuamente variável CVT (V-Matic), oferece conforto adicional por ser sucessiva e não exigir troca de marchas. Assegura uma pilotagem suave e prazerosa, além de contribuir para melhorar a eficiência no consumo de combustível. Os amortecedores oferecem maior absorção e resistência a impactos, resultando mais conforto e suavidade ao piloto e garupa.
 
O chassi do tipo berço em tubos de aço apresenta distância entre eixos de 1.315 mm. Seu conjunto de suspensões apresenta, na dianteira, garfo telescópico com 100 mm de curso. Na traseira, conta com sistema de duplo amortecimento e curso de 85 mm. As rodas de 14 tem pneus 90/90-14M/C 46P na dianteira e 100/90-14M/C 57P na traseira, um grande diferencial frente aos concorrentes em um conjunto que garante maior segurança e conforto na cidade para um cotidiano urbano com desníveis.
 
Conveniência e praticidade
 
Comodidade é a palavra chave. Prático e usual, o porta objetos conta com tomada 12 volts, uma exclusividade e diferencial da PCX 150 na categoria, facilidade que possibilita adaptar carregadores de celular ou utilizar um GPS, indispensáveis para o dia a dia. Sob o banco, um compartimento porta volumes de extrema utilidade para diversos fins. Aberto por meio de um botão tem capacidade de 25l e permite acomodar um capacete fechado ou até mesmo objetos pessoais como mochilas, bolsas, pastas e até mesmo sacolas de compras.
 
O conjunto óptico conta com lâmpadas em LED para o farol, lanterna e indicadores de direção, instrumentos que auxiliam na melhor visibilidade e aumento da segurança em situações de baixa luminosidade, o mesmo se aplica nas lanternas de freio e iluminação da placa traseira, ambas em LED. O painel de instrumentos dispõe de relógio digital de leitura simples e fácil que inclui velocímetro, medidor de combustível, luzes espia da injeção eletrônica, medidor de combustível e sistema de parada automática.
 
Com 3 anos de garantia sem limite de quilometragem mais 7 troca de óleo gratuitas, a PCX 2018 será oferecida em duas versões: Standard, nas cores Azul Escuro Perolizado Prata Fosco e DLX na cor Marrom Perolizado. O modelo será comercializado em toda rede de concessionários Honda e tem previsão de chegada até o final de Setembro. O preço público sugerido é R$ 10.300,00 (STD) e R$ 10.800 (DLX), com base no Estado de São Paulo, não contabilizando despesas de frete e seguro.
10/10/2017
Família 500 da Honda: linhas esportivas e melhor custo benefício
A preferência dos brasileiros pelos modelos da linha 500 é inquestionável. Desde o lançamento em  2014 até junho deste ano, mais de 22 mil unidades chegaram às mãos de consumidores de todos os tipos: motociclistas mais experientes, assim como novatos que buscam a 1ª máquina de alta cilindrada foram plenamente atendidos pela família composta pela naked CB 500F, a esportiva CBR 500R e a crossover CB 500X. Fáceis de pilotar, econômicas, adequadas para o uso rodoviário, urbano e sem jamais renunciar a uma forte dose de esportividade, é esta diversidade um dos segredos da linha, pois há sempre uma 500 perfeita para cada tipo de motociclista.
 
DNA aventureiro
 
A crossover CB 500X vem com uma inédita ponteira de escape, mais compacta, que exalta a performance do motor bicilíndrico de 50,4 cv de potência e 4,55 kgm.f de torque. Tais cifras, aliadas à ágil ciclística proporcionada pelo chassi tipo Diamond e modernas suspensões ajustáveis, resultam em uma excelente maneabilidade.
 
Com peso de apenas 183 kg, a CB 500X se destaca pela posição de pilotagem ereta, onde o conforto é resultado de uma correta triangulação entre guidão, banco e pedaleiras, e também da existência do para-brisa regulável em dois níveis de altura. A CB 500X é certamente a mais versátil da família 500 Honda, capaz de enfrentar viagens longas sem escolher caminhos, ajudada pelas suspensões de curso generoso e da grande autonomia facilitada pelo tanque de 17,7 litros.
 
No dia-a-dia, a docilidade dos comandos, o largo guidão e distância do banco em relação ao solo contida a 810 mm ajuda tanto as manobras de estacionamento como a condução em baixas velocidades. Para versão 2018, às novidades ficam por conta das novas cores Verde Perolizado e Vermelho Perolizado em grafismos redesenhados com linhas mais aventureiras.
 
Naked referência
 
A CB 500F segue com rigor a fórmula das mais clássicas naked, onde o motor bicilíndrico é protagonista do novo design. Acompanhada das novas cores Azul Perolizado e Vermelho em grafismos e linhas que ressaltam às belas formas do anguloso tanque, rabeta e grupo ótico frontal iluminados por LED, o modelo é porta de entrada da Honda no mundo da alta cilindrada.  A posição de pilotagem agressiva estimula explorar as qualidades do conjunto ciclístico, que em parceria com a vigorosa performance oferecida pelo motor, pelo preciso câmbio de seis marchas e freios a disco de grande diâmetro oferece uma experiência de pilotagem gratificante. O ambiente preferencial da CB 500F é a cidade, onde o peso de apenas 178kg. É a mais leve e ágil da família 500 da Honda, companheira ideal para o dia a dia.
 
Esportiva verdadeira
 
Herdeira da tradição vencedora nas pistas, a CBR 500R é uma esportiva verdadeira, capaz de satisfazer tanto a pilotos experientes como aqueles que a escolherão como primeira real esportiva de alta cilindrada. Motociclistas acostumados à máquinas de maior porte e potência assim como principiantes encontrarão no exato equilíbrio desta sport a razão do uso do prestigioso "CBR" no modelo, sigla que identifica as máquinas de performance superior da Honda. Disponível em cor única (Vermelho), a carenagem integral atrai pela excelência do design e eficiência aerodinâmica. O posicionamento do piloto, mais avançado, visa maior sensibilidade na tocada esportiva sem que tal postura comporte em desconforto no uso urbano.      
 
Modernidade técnica compartilhada
 
O motor da linha 500 Honda é um bicilindro paralelo com duplo comando de válvulas no cabeçote (DOHC) e quatro válvulas por cilindro. As medidas de diâmetro e curso (67 x 66,8mm) favorecem torque consistente com capacidade de atingir rapidamente elevados regimes de rotação. Um eixo de equilíbrio posicionado atrás dos cilindros proporciona uma subida de giros com vibrações mínimas e o sistema de alimentação por injeção PGM-FI oferece respostas vigorosas do acelerador. Tal motor se destaca pelas dimensões longitudinais contidas, onde o câmbio de seis marchas está posicionado em esquema semelhante ao usado nos motores tetra cilíndricos das CBR´s, qualidade esta que permite um melhor posicionamento do baricentro.
 
O chassi construído com tubos de aço de 35 mm de diâmetro concilia um equilíbrio exato entre rigidez e flexibilidade, minimizando vibrações e resultando em uma pilotagem precisa e confortável. Estabilidade e agilidade são também resultado da centralização das massas e da escolha correta das suspensões, telescópica na dianteira e monoamortecida com sistema progressivo Pro-Link vinculada à balança de aço na traseira. Em ambas há possibilidade de regulagem da pré-carga das molas.
 
Pneus radiais calçam rodas de liga-leve como seis raios duplos e freios a disco de grande diâmetro (320 mm à frente, 240 mm atrás) dotados de ABS.
 
O painel é digital com velocímetro, conta-giros, relógio, hodômetro total e parcial, indicação de consumo de combustível instantâneo e médio, além de diagnóstico do motor. 
 
Os modelos da família 500 versão 2018 serão comercializadas em versão única com ABS e chegam aos concessionários em momentos distintos. A CB 500F estará disponível nas cores Azul Perolizado e Vermelho com preço público sugerido de R$ 23.900,00 e a CBR 500R com opções a cor Vermelho e preço de R$ 24.900,00 e estarão disponíveis em toda rede até o final de Agosto. Já a CB 500X, com previsão de chegada até o final de Setembro, estará disponível nas cores Verde Perolizado e Vermelho Perolizado, com preço público sugerido de R$ 25.900,00
 
Produzidas em Manaus, todas as motocicletas apresentam três anos de garantia, sem limite de quilometragem. Os proprietários contam ainda com o serviço de assistência Honda Assistance 24h durante o período de vigência da garantia (3 anos) em todo o território nacional e em países do Mercosul, uma exclusividade Honda ao segmento de alta cilindrada.

Páginas